Assembleia Legislativa do Paraná inaugura espaço para estimular o uso da bicicleta

Bicicletário está entre uma das ações do Legislativo para incentivar a utilização do meio de transporte

206
Foto: Dálie Felberg/Alep
Publicidade

Para estimular o uso de um meio de transporte saudável e não poluente, a Assembleia Legislativa do Paraná inaugurou nesta quarta-feira, dia 22 de setembro de 2021, o novo bicicletário da Casa. No mês da bicicleta e no Dia Mundial sem Carro, o espaço, com 56 vagas para bicicletas em área coberta, além de uma estação para reparos emergenciais, servirá como incentivo para o uso das bicicletas como meio de transporte ao trabalho.

A inauguração foi realizada pelo presidente do Legislativo, deputado Ademar Traiano, pelo primeiro secretário, deputado Luiz Claúdio Romanelli, e contou com a participação dos deputados Goura e Boca Aberta Júnior.

O bicicletário é mais uma ação do Legislativo paranaense para incentivar o uso da bicicleta. Nos últimos anos, os deputados propuseram e aprovaram uma série de leis para fomentar e facilitar o uso do modal. Entre as ações estão a criação de rotas de cicloturismo em todas as regiões do Paraná, além de solicitações para inclusão de ciclovias em rodovias.

Publicidade
Foto: Dálie Felberg/Alep

Já a Lei 17.385 de 2012, do ex-deputado Rasca Rodrigues, instituiu o Mês da Bicicleta no Paraná, a ser comemorado anualmente em setembro. A legislação tem o objetivo de mobilizar o Poder Público, iniciativa privada, comunidade acadêmica, escolar e outros segmentos da sociedade a concentrar esforços no desenvolvimento de atividades, ações e campanhas que esclareçam e incentivem o uso da bicicleta como meio de transporte eficiente e sustentável.

Considerada um meio de transporte ágil, de baixo custo, ecologicamente correto, a bicicleta contribui para o bem-estar físico, mental e emocional. As vendas aumentaram 50% em 2020 em relação a 2019 e, no primeiro semestre de 2021, o crescimento passou de 30%.

O presidente da Assembleia, deputado Traiano, além de arriscar uma pedalada, destacou a importância de estimular ainda mais o crescimento. “Estamos entregando hoje o bicicletário, então fiz questão de dar um giro. É um esporte que todos curtem e a Assembleia está proporcionando um espaço para os servidores e deputados adeptos”, afirmou.

Foto: Dálie Felberg/Alep

Já o primeiro secretário da Casa, deputado Romanelli, lembrou que é adepto do uso da bicicleta e que um espaço adequado vai incentivar os servidores a pedalarem mais. “Temos a bancada da bicicleta aqui na Assembleia. É uma visão mais sustentável. Faltava na Assembleia um bicicletário. O resultado é este espaço adequado, com ferramentas para reparo. Temos de incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte para deixar um mundo melhor para as futuras gerações”.

Já o deputado Goura, que é usuário e entusiasta da utilização da bicicleta como meio de transporte há anos, lembrou que a inovação da Assembleia pode servir de exemplo para outros poderes. “Há um simbolismo nisto, justamente no Dia Mundial Sem Carro. Temos de estimular as pessoas a andarem menos de carro. A Assembleia está de parabéns. Fico feliz com o exemplo. A bicicleta representa mais saúde e menos poluição. São coisas positivas”. O deputado Boca Aberta Júnior concordou. “A Assembleia saiu na frente. Temos de parabenizar a Casa. Esta é uma iniciativa que vem para contribuir. Este é um meio de transporte alternativo que contribui com nosso planeta”.

O novo espaço também tem um local reservado para 44 para motocicletas.

Foto: Dálie Felberg/Alep

Garantia

Algumas leis aprovadas pela Assembleia estimulam as pessoas a usarem a bicicleta e dão mais segurança aos proprietários. A Lei Estadual 19.722 de 2018, da deputada Cristina Silvestri, por exemplo, trata do registro do número de série da bicicleta no documento fiscal emitido ao consumidor. A proposição obriga o estabelecimento responsável pela comercialização de bicicletas a registrar o número de série da bicicleta no documento fiscal emitido ao consumidor. O objetivo é que o documento sirva como comprovante formal de propriedade do produto.

A Lei Estadual 18.880 de 2016, de autoria dos ex-deputados estaduais Felipe Francischini e Schiavinato, trata do acondicionamento de bicicletas nos ônibus utilizados no serviço de transporte intermunicipal de passageiros do Estado do Paraná. A norma estabelece procedimentos para o transporte e bicicletas em bagageiros ou suportes externos apropriados, a serem instalados nos ônibus utilizados no serviço de transporte intermunicipal de passageiros no Estado do Paraná.

De acordo com a lei, empresas de ônibus do Paraná deverão adaptar a sua frota integralmente para que contenha ônibus adaptados com bagageiros ou suportes externos apropriados para bicicletas.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui