Comec realiza reunião do Conselho de Transporte Coletivo da Região Metropolitana de Curitiba

116
Foto: Divulgação/Comec
Publicidade

A Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) realizou na tarde desta terça-feira, dia 28 de setembro de 2021, a 3ª reunião ordinária do ano de 2021 do Conselho de Transporte Coletivo da Região Metropolitana de Curitiba. O encontro teve como principal objetivo apresentar e debater a minuta do Regimento Interno do Conselho, trazer um panorama com os números da operação e impactos causados pela pandemia de Covid-19, além de uma breve explicação do estudo contratado pela Comec em elaboração pela Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas (FEPESE).

Para o presidente da Comec, Gilson Santos, o encontro é uma oportunidade de debater políticas e programas de forma compartilhada com os municípios. “O transporte coletivo foi muito impactado pela pandemia de Covid-19 e precisará passar por uma grande transformação. E queremos que estas decisões sejam tomadas de forma compartilhada com os municípios, pois entendemos que é a melhor maneira de propor um sistema mais próximo das necessidades da população”, destacou.

ESTUDO

Um dos principais desafios do Conselho será a licitação do Sistema de Transporte Coletivo que, segundo o Diretor de Transporte da Comec, William Corrêa, deverá ocorrer em 2022. “Nós contratamos um amplo estudo que está sendo elaborado pela FEPESE e é dividido em três produtos. Uma pesquisa de origem e destino, a atualização do cálculo tarifário e a modelagem econômico-financeira do sistema com o estabelecimento de cenários para a licitação. Ao fim de todo este estudo teremos informações atualizadas e que nos nortearão na elaboração do edital de licitação do transporte. Será um trabalho complexo e que exigirá um amplo esforço de todos os presentes. Mas com certeza muito produtivo”, destacou.

Publicidade

GESTÃO COMPARTILHADA

Um dos temas tratados durante o encontro foi a apresentação da minuta do Regimento Interno do Conselho. Ela propõe, entre outras regras e definições, a divisão de pesos dos votos das instituições nas decisões que serão tomadas pelo Conselho. O objetivo é que todas as mudanças envolvendo o Transporte Coletivo da Região Metropolitana de Curitiba passem a ser decididas de forma colegiada pelos seus integrantes.

A gestão compartilhada entre Estado e municípios é uma determinação prevista no Estatuto da Metrópole – Lei Federal no 13.089 de 2015, que estabelece as diretrizes para as regiões metropolitanas e aglomerações urbanas instituídas pelos Estados.

PANDEMIA

Durante o encontro, foram apresentados também alguns números referentes ao Sistema de Transporte Coletivo, principalmente o impacto causado pela pandemia de Covid-19. Segundo o Técnico do Departamento de Transporte da Comec, o Engenheiro Lucas Yuri, o número de passageiros do Sistema ainda é inferior ao período anterior ao da pandemia e isso tem gerado diminuição das receitas e necessidade de reajustes na operação. “A manutenção do Sistema e em especial da tarifa social, hoje na média de R$ 4,59, só foi possível graças ao subsídio do Governo do Estado, caso contrário a tarifa poderia chegar a R$ 8,99, que é hoje a tarifa técnica do Sistema”, destacou.

Para o representante do município de Curitiba, o Diretor de Transporte da Urbanização de Curitiba, Aldemar VenÂncio Martins Neto, “a construção conjunta deste Sistema é fundamental, pois não basta mais pensar em Curitiba sem pensar nas cidades que fazem parte desta grande metrópole”, destacou.

Entre os acima citados, participaram da reunião o Prefeito de Campo Magro, Claúdio Casagrande, o Vice-prefeito de Contenda, Gilmar Camargo Rosa, o Diretor Administrativo e Financeiro da Comec, Rodrigo Stica, o representante de Curitiba e Diretor de Transporte da Urbanização de Curitiba, Aldemar Venâncio Martins Neto, a representante da Sedu, Márcia de Oliveira Amorin, o representante de Araucária, Wilmer Jacó da Silva, o representante de Fazenda Rio Grande, o secretário Coronel Lanes Randal Prates, o representante de Piraquara, o secretário Tiago Alves, o representante de Quatro Barras, o secretário Levi Renato dos Santos Camargo, a representante de Rio Branco do Sul, a secretária Nádia Besciak, o representante de Quitandinha, Luiz Carlos Lechinoski, a representante de Pinhais, Yoná Lemos Ruthes, o representante de Mandirituba, Wagner Brasque Vieira, o representante de Itaperuçu, Douglas de Oliveira Franco Filho, o representante de Colombo, Marcello Albuquerque, a representante de Balsa Nova, Bianca Bonka, a representante de Almirante Tamandaré, a secretária Jocélia Fonseca, o representante de São José dos Pinhais, Élcio Luiz Karas, o representante do ConCidades, Orlando Bonette, o técnico da Comec, Advogado Paulo Costa, o técnico da Comec, Advogado Claúdio José Zerbeto Assis, a técnica da Comec, Monyse Takaki, a representante da Agepar, Cinthia Letto.

Foto: Divulgação/Comec
Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui