Cruzamento da Avenida Presidente Kennedy com Avenida República Argentina recebe radar

67
Foto: Lucília Guimarães/Secretaria Municipal de Comunicação Social
Publicidade

Um novo radar para fiscalizar o trânsito na cidade foi instalado no cruzamento das avenidas Presidente Kennedy e República Argentina, no bairro Portão. O equipamento começa a operar nesta sexta-feira, dia 3 de setembro de 2021, a partir das 10h.

O objetivo da Prefeitura de Curitiba é reduzir a possibilidade de acidentes no local, considerado crítico pela grande movimentação de pedestres, pelas diversas faixas de trânsito para veículos e, ainda, pela passagem do transporte coletivo em canaleta exclusiva.

Pela Avenida Presidente Kennedy, a velocidade máxima permitida é de 50 km/h. Para melhorar a segurança viária de pedestres, ciclistas, motociclistas e também motoristas, o radar fiscaliza, além do limite de velocidade, situações de avanço do sinal vermelho, parada sobre faixa de pedestre, conversão e retorno proibidos – inclusive pela canaleta, nas duas vias. A estimativa da Superintendência de Trânsito (Setran) é que, por ali, passem cerca de 130 mil pedestres por dia.

Publicidade

Apesar de não registrar acidentes nos últimos meses, o cruzamento das duas avenidas somou 63 ocorrências de acidentes em cinco anos (de 2015 a 2019), chegando a 23 registros somente em 2018. No ano passado, a Avenida Presidente Kennedy registrou 22 ocorrências com vítimas, em toda a sua extensão.

Análise da Superintendência de Trânsito aponta ainda que o cruzamento da Avenida Presidente Kennedy com a Avenida República Argentina foi o que mais concentrou boletins de ocorrência de trânsito envolvendo pedestres: foram seis de 2015 a 2019.

“Gradativamente, estamos implantando melhorias viárias neste local, visando principalmente a segurança do pedestre, que é o mais vulnerável no trânsito”, afirma a superintendente de Trânsito, Rosângela Battistella.

Novidade aos ciclistas

Tão logo terminem as obras necessárias para a circulação do Ligeirão Norte-Sul, a Avenida República Argentina passará a ter uma via compartilhada para uso de quem se desloca com bicicleta.

Com 16,72 quilômetros de extensão (nos dois sentidos da via), a via compartilhada irá da Praça do Japão até o Terminal Pinheirinho e funcionará nos mesmos moldes da estrutura cicloviária implantada em outros eixos estruturais da cidade, como na Avenida Sete de Setembro, Avenida João Gualberto, Avenida Paraná e nas ruas Padre Anchieta e Deputado Heitor Alencar Furtado. A novidade permite a ligação da região central aos bairros Água Verde, Portão e Pinheirinho.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui