Avenida Affonso Camargo terá estrutura cicloviária

Localizada no entorno do Mercado Municipal de Curitiba, onde a partir deste sábado, dia 6 de junho, serão implantadas ações de mobilidade ativa para ciclistas e pedestres, a Avenida Affonso Camargo também está contemplada no Plano de Estrutura Cicloviária de Curitiba.

Ao longo de 995 metros, no trecho entre a Rua Mariano Torres e o Viaduto do Capanema, a Avenida Affonso Camargo irá contar com ciclofaixa bidirecional, garantindo a segurança dos ciclistas e promovendo a integração à malha existente no sentido Cajuru, bem como na mão oposta para a ligação com a Avenida Sete de Setembro e Rua Mariano Torres.

O Distrito de Manutenção Urbana da Regional Matriz está readequando o pavimento de calçada e, posteriormente, serão feitas obras de fresa e recape pela Secretaria Municipal de Obras Públicas. Com a base viária concluída, será implantada a estrutura cicloviária no local.

Recorte do projeto da estrutura cicloviária da Avenida Affonso Camargo entre a Rua Mariano Torres e o Viaduto do Capanema
Recorte do projeto da estrutura cicloviária da Avenida Affonso Camargo entre a Rua Mariano Torres e o Viaduto do Capanema
Aos sábados, a Avenida Affonso Camargo terá ciclofaixa temporária desde a Rua Mariano Torres até a faixa de pedestres do cruzamento com a Rua General Carneiro
Malha cicloviária

A Prefeitura de Curitiba também tem feito intervenções permanentes na malha cicloviária de toda a cidade para a melhoria do pavimento, recomposição de rampas em cruzamentos, readequações geométricas e sinalização.

Por intermédio da Superintendência de Trânsito, todos os cruzamentos estão recebendo reforço na sinalização ao longo dos seus 208 quilômetros da malha cicloviária, com as “Marcações de Cruzamento Rodocicloviário”, mais conhecidas como “tapetes vermelhos com quadrados brancos”, além da implantação de placas de advertência nas aproximações veiculares de alguns cruzamentos mais críticos.

Em conjunto com os Distritos de Manutenção Urbana das Regionais, estão sendo implantadas e recompostas rampas, feitas manutenções pontuais em pavimento, bem como revitalizados os totens de sinalização das estruturas cicloviárias, com o suporte da Urbanização de Curitiba.

Implantações e projetos

A estrutura cicloviária em implantação ultrapassa 10 quilômetros, como parte do Plano de Estrutura Cicloviária definido pela Prefeitura de Curitiba. Já estão concluídas as obras de:

– 2.552 metros de ciclorrota entre as ruas Senador Accioly Filho e Raul Pompeia para a integração dos conjuntos Diadema, Sabará e Caiuá;
– 1.980 metros de ciclofaixa implantada na Avenida Getúlio Vargas, entre a Avenida República Argentina e Rua Alferes Poli;
– 1.720 metros implantados de ciclofaixa na Rua Nova Aurora entre a as ruas Coronel Joaquim Antônio de Azevedo e Tijucas do Sul;
– 1.720 metros de ciclofaixas implantados como parte da estrutura Intercampi nas ruas Professor Arthur Loyola e Manoel Eufrásio e mais ciclorrota interna ao Campus UFPR-Agrárias em parceria com a Universidade Federal do Paraná;
– 1.669 metros de ciclofaixa na Avenida Iguaçu, entre a Rua Nunes Machado e Avenida República Argentina;
– 180 metros já implantados de via compartilhada na Avenida João Gualberto, entre as ruas Luiz Leão e Padre Antônio, como readequação do trecho sentido Santa Cândida.

Também foram implantados paraciclos na Avenida Cândido de Abreu com Rua Heitor Stockler de França.

Estão em processo de execução os 995 metros de ciclofaixa na Avenida Affonso Camargo, entre a Rua Mariano Torres e o Viaduto do Capanema, além de outros 995 metros de ciclofaixa na Avenida dos Estados e ruas Castro e Morretes.

A Prefeitura de Curitiba já concluiu também os projetos de implantação de ciclorrotas nas ruas Júlio Eduardo Gineste e João Scuissiato, entre a Avenida Arthur Bernardes e Rua João Alencar Guimarães (extensão de 1420 metros); e de via compartilhada no eixo estrutural das avenidas República Argentina e Winston Churchill, entre a Avenida Sete de Setembro e Rua João Rodrigues Pinheiro (extensão de 16.720 metros, da Praça do Japão até o terminal do Pinheirinho).

Também estão concluídos os projetos de ciclofaixa na Rua Aracy de Carvalho Guimarães Rosa (extensão de 901 metros) e ciclofaixa Anibal Khury e Paul Garfunkel (extensão de 643 metros). Está em fase de licitação o projeto da ciclofaixa na Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, entre as ruas João Bettega e Eduardo Sprada (extensão de 7.400 metros).

Mobilidade Curitiba

A redação do Mobilidade Curitiba é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Curitiba e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@mobilidadecuritiba.com.br ou envie uma mensagem para o nosso Whatsapp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.