Começam as obras de modernização do Aeroporto de Londrina

558
Aeroporto de Londrina
Publicidade

A partir de 2024, Londrina terá um aeroporto amplo, mais confortável e com mais opções de voo, beneficiando a cidade e toda região. Isso será possível graças ao início das obras de modernização do Aeroporto Governador José Richa, cujo lançamento ocorreu nesta quinta-feira (24/08), e que representam um investimento na ordem de R$ 185 milhões. A solenidade reuniu o governador do Paraná, Ratinho Júnior, o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, e o presidente da CCR Aeroportos, Fabio Russo, além de várias autoridades locais e estaduais.

O projeto de modernização do aeroporto contempla a adequação das áreas de escape no fim da pista (RESA), para cumprir a legislação vigente, e implantação de uma nova estrutura de Seção Contra-Incêndio (SCI), o que vai proporcionar mais segurança aos funcionários e passageiros. O terminal de passageiros será reformado e ampliado para uma área total de 8 mil m². Serão instaladas duas pontes de embarque que farão a interligação direta do terminal às aeronaves, os denominados fingers, mais a construção de novo pátio de aeronaves, com capacidade para comportar até seis aviões.

Para que as variações climáticas não atrapalhem mais o funcionamento do aeroporto, será implementado o ALS, sigla para Sistema de Luzes de Aproximação, bem como toda a infraestrutura para que, futuramente, seja instalado o Sistema de Pouso por Instrumentos (ILS CAT I.). A aquisição e implantação do ILS é uma responsabilidade do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), órgão subordinado ao Comando da Aeronáutica e Ministério da Defesa.

Publicidade

As equipes envolvidas na revitalização e ampliação já estão mobilizadas, e a previsão é que a obra seja concluída até o final do próximo ano. No decorrer dessas intervenções, é esperada a geração de 230 empregos diretos mais indiretos, e não deve ocorrer paralisação das atividades ao longo dos trabalhos.

No lançamento da modernização do aeroporto, o prefeito Marcelo Belinati lembrou que a Prefeitura já destinou R$70 milhões na desapropriação de imóveis no entorno, viabilizando as obras de ampliação de pista. “É um momento histórico para Londrina, são mais de R$300 milhões de reais de investimento dentro do que a Prefeitura já investiu, que o Governo Federal vai investir na implementação do ILS, e agora, também, a concessionária mais R$185 milhões. O aeroporto é um ponto específico que mostra o desenvolvimento de uma cidade e ajuda na atração de indústrias e de empresas. Ele fomenta a vinda do empresariado, movimenta a economia de uma cidade. Então esse é um momento fundamental, era um sonho da cidade de Londrina e que agora nós vamos poder observar se concretizar”, comemorou.

Marcelo enfatizou que está pleiteando a futura instalação do ILS junto ao governo federal, e as solicitações serão reforçadas com o apoio do governo do Estado. “Nas obras de reforma a CCR já vai deixar tudo preparado pra o ILS ser instalado. Só que ele não é instalado pela empresa, mas por um órgão do Governo Federal. Já iniciamos as tratativas, falei com o presidente Lula e hoje com o governador Ratinho Júnior. A concessionária fará a solicitação formal da instalação do ILS e, com esse documento em mãos, vamos começar um trabalho político, eu e o governador do Estado, junto ao presidente Lula”, disse.

O governador Ratinho Júnior destacou que investimentos atraem novos investimentos, e que a modernização do Aeroporto de Londrina vai contribuir positivamente para toda região, beneficiando o Paraná por inteiro. “É um investimento fantástico, e todos nós trabalhamos muito para que isso acontecesse. Serão mais de R$ 180 milhões que vão colocar o aeroporto de Londrina em outro patamar, à altura da cidade, para atender toda a região norte. E, acima de tudo, faz parte de um grande pacote. Estamos falando de R$185 milhões para a cidade através do aeroporto, mais os investimentos no viaduto da PUC, a duplicação da PR-445, que está em um ritmo muito bom, além de 8 mil casas sendo construídas na cidade”, elencou.

Sobre as melhorias, o presidente da CCR Aeroportos, Fabio Russo, explicou que elas são divididas em diferentes blocos e ocorrerão simultaneamente durante as “janelas de operação”, que são os períodos em que o aeroporto não possui voos. Graças a esse planejamento, será possível manter o funcionamento regular do aeroporto enquanto as obras avançam. “Aqui temos dois tipos de investimento. O primeiro é aquele que as pessoas que utilizam o aeroporto não percebem, que são da segurança aeroportuária, a RESA. Hoje em dia o pátio de aeronaves está de maneira irregular, muito perto da pista. Será feita uma pequena ampliação na pista de 90 metros de extensão. São coisas que a gente não vê, mas que permitem que o aeroporto receba todo tipo de aeronave”, explicou.

Outra parte do projeto de modernização envolve melhorias para beneficiar os passageiros e trabalhadores, tornando o aeroporto de Londrina mais atrativo e confortável. “Isso é, uma sala de embarque melhor e mais nova, e os fingers, que são aquelas pontes de embarque que finalmente o aeroporto vai ter. Ou seja, vai ser o aeroporto que a cidade de Londrina merece”, concluiu Russo.

O CEO da CCR Aeroportos também agradeceu ao prefeito Marcelo Belinati e ao governador pelo apoio prestado nos trâmites para obter a documentação exigida para uma obra desse porte. “Esse talvez seja, dos nossos aeroportos, um dos que vai receber o maior volume de investimentos. Serão gerados, nesse período da obra, 230 empregos diretos. Agradeço muito o apoio de altíssimo nível que nos foi dado pelas equipes da Prefeitura e do Governo do Estado, durante os processos de licenciamento ambiental e emissão do alvará de construção. Foi um processo bastante rápido e com qualidade. O que faremos aqui será com toda segurança, pensando em todos os aspectos de acessibilidade e em todos os tipos de públicos, durante e após as obras.”

A solenidade contou ainda com a participação do vice-governador Darci Piana; o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex; o secretário estadual do Turismo, Márcio Nunes; o vice-prefeito de Londrina, João Mendonça; os secretários municipais de Obras e Pavimentação, João Verçosa, de Gestão Pública, Fábio Cavazotti, de Saúde, Felippe Machado; o presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU), Marcelo Cortez; e o presidente da Companhia de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Alex Canziani.

Compareceram também a deputada federal Luísa Canziani; os deputados estaduais Cobra Repórter, Cloara Pinheiro e Tiago Amaral; os vereadores Emanoel Gomes, Lenir de Assis, e Professora Flávia Cabral; entre outros.

MOBILIDADE CURITIBA

Siga o Mobilidade Curitiba no Twitter e Instagram e fique informado sobre a mobilidade urbana de Curitiba e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui