Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba defende início das obras no Contorno Norte

O presidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba, Gilson Santos, participou na manhã desta segunda-feira, dia 10 de junho, de uma reunião na sede da Polícia Rodoviária Federal do Paraná, para institucionalizar um grupo paritário de trabalho que irá debater sobre obras de infraestrutura rodoviária, previstas no Paraná e que estão sob a responsabilidade da empresa concessionária Arteris.

São três trechos que compreendem essa concessão – a rodovia BR-116 de Curitiba até a divisa com São Paulo, a rodovia BR-376 de Curitiba até a divisa com Santa Catarina, sentido litoral e de Curitiba até a divisa com Santa Catarina pela rodovia BR-116.

O objetivo desse grupo, envolvendo Agência Nacional de Transportes Terrestres, Arteris, Governo do Estado do Paraná, prefeituras e sociedade civil, é de acompanhar as revisões contratuais com a concessionária, definir prioridades e o andamento das obras estabelecidas.

Uma das obras comentadas foi a conclusão do trecho 4 do Contorno Norte, que liga Colombo a BR-116, e que forma um novo corredor na região metropolitana.

O presidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba, Gilson Santos, destacou a necessidade de estabelecer esse planejamento e dar maior agilidade para que as obras do Contorno Norte saiam do papel. “Para que as obras aconteçam, é necessário ter sintonia entre os entes envolvidos e este grupo de trabalho irá possibilitar que isso aconteça”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.