Créditos adquiridos no vale-transporte antes do reajuste terão tarifa a R$ 4,50 por 30 dias

751
Foto: Daniel Castellano/SMCS
Publicidade

A tarifa de ônibus ficará “congelada” a R$ 4,50 por 30 dias nos créditos comprados por meio de cartão vale-transporte até 28 de fevereiro. Nesta terça-feira (01/03), a passagem para as linhas de Curitiba passou de R$ 4,50 para R$ 5,50, no primeiro reajuste desde 2019.

O vale-transporte, que é carregado pelo empregador, representa a maior parte das passagens compradas na capital, com 47% de participação, seguido por dinheiro (24%) e cartão comum (usuário), com 15%.

O usuário que tinha 100 passagens a R$ 4,50 no seu vale-transporte até 28 de fevereiro, por exemplo, permanecerá com o mesmo número de bilhetes, com carência de 30 dias. Após esse período, o estoque passa a ser contado com passagem a R$ 5,50. Ou seja, de 100 passagens, o cartão terá 81 bilhetes.

Publicidade

O valor de R$ 5,50, no entanto, vale para novas recargas tanto para o cartão comum (carregado pelo usuário) como o vale-transporte (pelo empregador) a partir desta terça-feira (01/03). Saiba aqui como carregar seus créditos.

Vale lembrar que todos os créditos que venceram durante a pandemia terão mais um ano de validade a partir de 28 de fevereiro.

Reajuste

Segundo a Urbanização de Curitiba (Urbs), o valor do reajuste, de R$ 1, é o mínimo possível para manter a sustentabilidade do sistema frente ao forte aumento dos custos relacionados ao transporte, que subiram muito acima da média da inflação desde 2019.

O diesel, por exemplo, acumula alta de 76%, enquanto o biodiesel subiu 131%. Além da inflação, a redução no movimento de passageiros causada pela pandemia é outro fator de forte pressão para o sistema.

O aumento da tarifa, no entanto, ficou limitado à variação do Índice Nacional de Preços (INPC), de 22%, entre fevereiro de 2019 e janeiro de 2022. Saiba mais aqui

Tarifa reduzida

A Prefeitura vai manter a prática da tarifa reduzida fora do horário de pico em algumas linhas. As 11 linhas de ônibus que operam nesse modelo passaram a ter tarifa a R$ 4,50 a partir da zero hora desta terça-feira (01/03). O reajuste é de R$ 1. O valor é válido das 9h às 11h e das 14h às 16h e para pagamento exclusivo com o cartão-transporte usuário.

As linhas que adotam o sistema são:

  • 212 Solar
  • 213 São João
  • 214 Tingui
  • 265 Ahú – Los Angeles
  • 461 Santa Bárbara
  • 965 São Bernardo
  • 661 Vila Lindoia
  • 662 Dom Ático
  • 666 Novo Mundo
  • 860 Vila Sandra
  • 870 São Braz

MOBILIDADE CURITIBA

Siga o Mobilidade Curitiba no Twitter e Instagram e fique informado sobre a mobilidade urbana de Curitiba e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui