DER/PR faz visita técnica a estaleiro que reformará ferry boats de Guaratuba

Uma embarcação já está em Santa Catarina para uma reforma geral, com troca de peças, revisões e manutenções. Objetivo é garantir segurança dos usuários da travessia da Baía de Guaratuba

66
Foto: DER/PR
Publicidade

Uma equipe de engenheiros do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) realizou uma visita técnica ao estaleiro da Indústria Naval Catarinense, em Navegantes, onde o ferry boat Guaraguaçu, utilizado na travessia da Baía de Guaratuba, no Litoral, está passando por manutenções.

A previsão é que os serviços durem 45 dias, com os outros ferry boats que operam na travessia da Baía de Guaratuba recebendo as melhorias na sequência, um de cada vez, até as três embarcações do DER/PR se encontrarem em plenas condições de segurança e operacionalidade.

Serão realizados serviços como a troca de chapas de aço, revisão no sistema de propulsão, manutenção do sistema elétrico, manutenção do sistema hidráulico e de governo, revisão dos motores e caixas reversoras, melhoramento da acessibilidade, jateamento e pintura. Todos os serviços obedecem rigorosamente ao disposto nas Normas da Autoridade Marítima (Norman) e demais regulamentações vigentes, e serão fiscalizados pelo DER/PR.

Publicidade

As reformas estão previstas em contrato que vai atender quatro atracadouros, além dos três ferry boats, visando garantir a segurança dos usuários. A empresa Internacional Marítima, atual operadora da travessia e responsável por estes serviços, também trabalha para alugar um novo conjunto de balsa e rebocador para operar na Baía de Guaratuba, o que ajudará a reduzir o tempo de espera no local. A perspectiva é que as embarcações estejam em operação no próximo mês.

Atualmente estão em operação dois ferry boats e dois conjuntos de balsa e rebocador, com mais uma embarcação à disposição para serviços de apoio.

RESTRIÇÃO

Durante este período de manutenções, visando atenuar a formação de filas, o DER/PR determinou a restrição do tráfego de veículos pesados com mais de três eixos e/ou superior a 14 metros na travessia da Baía de Guaratuba das 06h às 22h, com exceção do transporte coletivo de passageiros e veículos prestadores de serviços públicos. A medida entrou em vigor no dia 8 de abril e permanece válida até que sejam restabelecidas as condições de operacionalidade da travessia.

Para evitar filas nos feriados, o órgão recomenda que visitantes do Litoral busquem horários alternativos para utilização do ferry boat. A sugestão é evitar os horários de pico entre as 11h e 14h, e entre as 18h e 20h.

FISCALIZAÇÃO

Desde outubro de 2021, o DER/PR conta com uma equipe específica para apoiar a fiscalização e o gerenciamento do contrato do ferry boat de Guaratuba, com a contratação de analistas de Engenharia Civil, Administrativo, de Engenharia Naval e Jurídico. Eles se juntaram aos profissionais que já atuavam na fiscalização, e apoiam o DER/PR visando garantir serviço adequado, prezando pela segurança e conforto dos usuários.

A fiscalização do DER/PR aplicou ao todo 200 autos de infração à operadora anterior, até o seu último dia em operação.

PONTE

A solução definitiva para a travessia será a Ponte de Guaratuba. O DER/PR já contratou e está em andamento o Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) e estudos preliminares de engenharia da obra.

Eles deverão validar ou propor alterações para os três traçados mais viáveis apontados em um estudo de viabilidade, já concluído, buscando a melhor solução para a obra do ponto de vista ambiental e técnico.

Com os estudos finalizados, deve ser licitada a elaboração do projeto executivo de engenharia da ponte e a contratação da execução da obra em si.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui