GOL pousa em Cascavel com Boeing 737 MAX 8 pela primeira vez e amplia aeroportos atendidos pelo modelo mais sustentável da sua frota

697
Foto: Jonathan Campos/AEN
Publicidade

A GOL, maior companhia aérea do Brasil, operou nesta segunda-feira (4/9) seu primeiro voo com o modelo Boeing 737 MAX 8 em Cascavel (CAC), no Paraná. Procedente de Guarulhos (GRU), a aeronave mais sustentável da frota da GOL efetuou o voo G3 1182 chegando à cidade do noroeste paranaense no final da manhã, e tornou a base CAC a 54ª atendida pela GOL a receber este modelo da Boeing. A GOL já opera seis voos semanais entre Cascavel e Guarulhos e agora poderá seguir atendendo este mercado com o MAX 8.

A chegada da aeronave a Cascavel foi seguida por uma breve cerimônia no aeroporto municipal na qual o prefeito Leonaldo Paranhos recebeu autoridades locais para celebrar a nova operação da GOL com seu equipamento mais econômico. Na ocasião, foi informado ainda que no período de alta temporada, entre dezembro e fevereiro, os voos GOL entre Cascavel a São Paulo serão realizados pelo Aeroporto de Congonhas, localizado na zona sul paulistana.

“Hoje é um dia histórico para o nosso Aeroporto de Cascavel, com a chegada desta moderna aeronave da GOL. Os investimentos que realizamos no aeroporto têm se revelado no aumento da demanda e agora temos esta bela aeronave, com capacidade para mais passageiros. Outro motivo de comemoração é o anúncio que a companhia faz sobre os voos, incialmente temporários, que nos conectarão diretamente ao Aeroporto de Congonhas. Além de ser mais conveniente para os passageiros que precisam se deslocar até a capital paulista, isso impulsionará as viagens de negócio, pois estaremos ligados diretamente ao centro financeiro do Brasil”, destaca o prefeito Leonaldo Paranhos.

Publicidade

A GOL possui 39 aeronaves Boeing 737 MAX 8 no Brasil, todas em operação, com previsão de chegar a 75 – metade da sua frota – até o final de 2025. Assim, a Companhia reitera seu compromisso com a renovação constante de sua frota, fazendo uso de aviões mais modernos e eficientes, reduzindo custos e gerando menos poluentes.

O 737 MAX é um componente-chave para a meta da Companhia de atingir a neutralidade de carbono até 2050, dado que esse modelo é 15% mais econômico no consumo de combustível, gera 16% menos emissões de carbono e é 40% mais silencioso em relação ao 737-800 NG. Desde 2019, a GOL já ultrapassou 240.000 horas de voo com aeronaves MAX, propiciando a economia de 115,2 milhões de litros de combustível de aviação e a redução de 364,032 mil toneladas na emissão de GEEs (Gases de Efeito Estufa).

“Todo o setor da aviação comercial está muito focado no ESG e a GOL tem como meta estabelecer uma operação 100% compromissada com o meio ambiente, inclusive sendo a única linha aérea brasileira a obter o certificado de Estágio2 IEenvA (IATA Environmental Assessment). Ampliar as bases para quais voamos com o MAX 8 é parte fundamental para atingirmos nossas metas em sustentabilidade”, disse André Cruz, COO (Chief Operation Officer) da GOL.

MOBILIDADE CURITIBA

Siga o Mobilidade Curitiba no Twitter e Instagram e fique informado sobre a mobilidade urbana de Curitiba e Região Metropolitana.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui