Obras na Rodovia da Uva estão em ritmo acelerado

A duplicação de 6,2 quilômetros da Rodovia da Uva, entre o Contorno Norte de Curitiba e a Rua Orlando Ceccon, em Colombo (Lote 2) – entra em fase de finalização.

“Uma das mais importantes rodovias de Colombo e da Região Metropolitana de Curitiba está sendo concluída e beneficiará milhares de pessoas que transitam pelo local. Com mais esta obra de mobilidade urbana feita pelo Governo do Estado do Paraná, será possível ligar os municípios e a capital com mais segurança e rapidez”, ressaltou a prefeita de Colombo, Beti Pavin.

Quem passa pela Rodovia da Uva pode acompanhar a implantação de um novo sistema de iluminação no canteiro central da via. Além da construção de dois viadutos no entroncamento da Rodovia da Uva com a Avenida Santos Dumont, onde estão sendo investidos R$ 5,57 milhões.

A obra solucionará o “gargalo” viário na principal ligação entre o município e a capital paranaense. Ao longo da via, também há obras de ciclovias e calçadas com rampas de acesso, semáforos, iluminação, canteiro central e paisagismo em andamento.

rodovia da uva em colombo
Foto: Ilson L. de Jesus/Prefeitura de Colombo

A duplicação da Rodovia da Uva custará R$ 32 milhões aos cofres públicos, dinheiro repassado ao Governo do Estado do Paraná pelo Banco do Brasil através do convênio Proinveste.

Já a próxima etapa (Lote 1), que irá do Contorno Norte até o bairro de Santa Cândida, em Curitiba, será licitada em breve e se somará ao trecho da Rodovia da Uva que está sendo duplicado.

A informação foi confirmada neste ano, durante uma reunião com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística Sandro Alex, a prefeita de Colombo, Beti Pavin, o Secretário de Obras e Viação de Colombo, Agnaldo Santos e o Deputado Estadual, Luiz Claúdio Romanelli e seu assessor, Ronald Oliveira.

Sobre o Lote 1

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná deverá lançar a licitação para elaboração do projeto de duplicação do Lote 1 da Rodovia da Uva, com recursos do Governo do Estado.

Está prevista a construção de três faixas em cada sentido em um trecho de 3,8 quilômetros, entre a interseção com a Rua Theodoro Makiolka, ao lado da Paróquia Santa Cândida, em Curitiba, até o entroncamento com o Contorno Norte.

Serão necessários estudos técnicos mais aprofundados visando a implantação de interseções em desnível, como viadutos ou trincheiras, nas confluências com o Contorno Norte e na entrada do Jardim Osasco. Na região do Santa Cândida, está prevista uma rotatória.

Mobilidade Curitiba

A redação do Mobilidade Curitiba é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Curitiba e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@mobilidadecuritiba.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.