Prefeitura de Colombo realiza simulação de violência contra a mulher nos terminais Maracanã e Guaraituba

Em alusão aos 13 anos da Lei Maria da Penha, está acontecendo em todo o Brasil, a sensibilização “Paz em Casa”. E para trazer o assunto para a realidade das pessoas, a Prefeitura Municipal de Colombo por meio da Secretaria de Assistência Social e seus parceiros realizou no final da tarde desta quarta-feira, 7 de agosto, uma dramatização de um caso de violência contra a mulher.

Nos terminais do Maracanã e do Guaraituba, no horário de pico, um casal de atores encenou uma agressão vinda por parte do parceiro. “Trouxemos a tona um caso de violência doméstica e familiar, mais real, para impactar as pessoas que visualizaram o fato, além de analisar a reação e a percepção dos populares que acompanharam este evento”, explicou o coordenador de Proteção Social e Especial, Raul Dangui.

Quem cala
Foto: Ilson de Jesus/Prefeitura de Colombo

Durante a simulação, que teve a participação da Guarda Municipal, da Polícia Militar e da equipe da secretaria de Assistência Social, para intervir nos casos de agressão contra o ator, que gritou e deu empurrões na sua suposta companheira, e também para passar a mensagem para denunciar. Na ocasião, os populares reagiram e interviram de diversas formas para defender a mulher agredida.

“Foi muito importante este trabalho para verificarmos que as pessoas não estão mais se omitindo tanto nestes casos de agressão. Trouxemos um despertar, tanto para aprimorarmos nossos trabalhos como também reforçar o alerta da denúncia e da intervenção junto à população”, frisou o coordenador.

A passageira Geovana dos Santos, moradora da região do Terminal do Maracanã, estava desembarcando do ônibus no momento da simulação e ficou assustada com a briga. “Quando desci do ônibus, vi uma grande movimentação, vi o homem agredindo e gritando com a mulher, então percebi que todos ficamos olhando, mas não foi feito nada”, lamentou.

Semana da Justiça
Foto: Ilson de Jesus/Prefeitura de Colombo

Ela disse que “até que vi a polícia, e consegui observar pelos banners levantados na hora, que tudo era uma simulação. Gostaria de parabenizar a todos pela iniciativa de incentivar a população a sempre denunciar esses casos.”

Em caso de agressão contra a mulher ou o cidadão que se deparar com o fato, denuncie e colabore para o enfrentamento da violência contra as mulheres. Ligue para:

– Centro de Referência Especializado de Ação Social (Creas) de Colombo: (41) 3606-8855
– Polícia Militar do Paraná: 190
– Delegacia da Sede: (41) 3656-8600
– Delegacia do Maracanã: (41) 3605-6550

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.