Araucária reduz tarifa do transporte coletivo a partir de sexta-feira, dia 15

O sucesso no número de usuários tem ajudado a reduzir o custo da operação de transporte, o que motiva a Prefeitura a repassar essa redução diretamente aos usuários

130
Foto: Carlos Poly
Publicidade

Ao longo dos últimos anos, a Prefeitura de Araucária tem trabalhado para que o sistema de transporte coletivo seja um agente promotor do desenvolvimento econômico e social do município, “indispensável via de acesso aos direitos fundamentais do cidadão tais como saúde, educação, qualificação profissional, ao lazer e a cultura”. Em mais uma dessas etapas, a Prefeitura agora confirmou que o transporte coletivo local (TRIAR) passará a ter tarifa de apenas R$ 1,50 a partir desta sexta-feira (15/04). Será a sétima redução consecutiva de tarifa realizada pela Prefeitura desde janeiro de 2018. O aumento expressivo no número de usuários pagantes nos primeiros meses de 2022 impulsionou a receita do sistema. Com custo menor de operação, a Prefeitura decidiu repassar a economia diretamente à população por meio de redução da tarifa.

Os números ajudam a entender o quanto o incentivo ao uso do transporte coletivo, por meio de tarifa reduzida e outros benefícios, fez de Araucária uma referência de sucesso pela sua gestão do TRIAR. Em janeiro de 2022, o sistema registrou 715,4 mil usuários pagantes. Em fevereiro, chegou a 799 mil e, em março, saltou para 924 mil usuários. Com mais usuários pagantes, o custo de operação do sistema de transporte coletivo é reduzido. Isso se refletiu na diminuição do valor da tarifa técnica, que é o resultado do custo da operação do sistema dividido pelo número de usuários e que serve como referência para entender a composição da tarifa. Em janeiro de 2022, a tarifa técnica em Araucária esteve em R$ 5,52; em fevereiro R$ 4,78 e em março caiu para R$ 3,98. A título de explicação, desses R$ 2,28 referente a março, o usuário pagou R$ 1,70 e a Prefeitura custeou o restante.

Com a sequência de reduções de tarifa, as gratuidades e outros benefícios, o número total de usuários do TRIAR caminha para dobrar de quantidade, em relação ao número total de usuários antes das novidades implantadas pela Prefeitura. O sistema local que, antes, registrava média de 32 mil usuários ao dia, hoje, registra média de 53,8 mil/dia. Na última sexta-feira (08/04), houve um pico de 58,5 mil usuários. É muito importante lembrar que ao ingressar em uma linha do TRIAR, o usuário ainda pode fazer integração gratuita com ônibus de linhas metropolitanas nos dois terminais do município.

Publicidade

HISTÓRICO

Em janeiro de 2018, a Prefeitura realizou a 1ª redução de tarifa: de R$ 4,25 (que acompanhava a tarifa metropolitana) para R$ 2,90. Na sequência, a tarifa reduziu para R$ 2,65 (abril de 2019), R$ 2,40 (novembro de 2019), R$ 2,20 (janeiro de 2021), R$ 1,95 (setembro de 2021) e R$ 1,70 (dezembro de 2021).

A sequência de benefícios no transporte coletivo é longa. Em 2017, a Prefeitura passou a custear a linha “Angélica – Pinheirinho” (linha metropolitana), implantou a gratuidade no transporte para estudantes de instituições públicas (educação infantil ao ensino médio), a gratuidade para crianças e adolescentes que participam de programas da Secretaria Municipal de Assistência Social, a gratuidade para acompanhante de pessoa com deficiência e a gratuidade na tarifa gratuita aos domingos para todos os usuários (com cartão TRIAR).

Em 2018, foram implantadas gratuidades para agentes comunitários de saúde e para os pais que levam estudantes (até 12 anos) para a escola/CMEI, além do início da implantação de sinal de internet grátis em toda a frota do TRIAR e do início da implantação de mais de 900 abrigos de ponto de ônibus.

O ano de 2019 teve gratuidade para alunos de cursos/oficinas da Secretaria de Cultura e Turismo e para participantes de cursos profissionalizantes oferecidos pela Secretaria Municipal de Trabalho e Emprego. Outra novidade foi o início da integração ponto a ponto (integração temporal e gratuita entre linhas do TRIAR fora dos terminais – nos pontos de ônibus). Em 2020, a Prefeitura implantou a gratuidade para pessoas em situação de vulnerabilidade social comprovada. Já em 2022, as novidades foram ter 100% da frota do transporte coletivo local com veículos novos e o custeio do reforço “Angélica – Portão” (reforço metropolitano).

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui