Prefeitura de Curitiba anuncia rescisão de contrato com empresa responsável por obras na Linha Verde

O prefeito Rafael Greca anunciou durante a abertura dos trabalhos na Câmara Municipal de Curitiba que vai rescindir o contrato com a empresa Terpasul, que é a empresa responsável pelas obras do trecho Norte da Linha Verde.

Segundo a Prefeitura de Curitiba, o motivo é a falta de recursos financeiros para que as obras sejam concluídas, o prefeito disse que quer contratar uma empresa que tenha condições financeiras de finalmente terminar essas obras na região Norte.

São 3 lotes principais que faltam pra terminar a Linha Verde Norte. O lote 3.1 vai do viaduto da Avenida Victor Ferreira do Amaral até o Rio Bacacheri, próximo ao Hospital Vita, já o lote 3.2 abrange a trincheira da Rua Fúlvio José Alice, perto da Igreja Batista do Bacacheri.

Em razão dessas obras o trânsito tem sido complicado na região do Atuba e virou rotina para os motoristas que passam pela região.

Segundo o telejornal Bom dia Paraná da RPC, a empresa Terpasul está enfrentando problemas financeiros e precisa de alguns ajustes no projeto para dar andamento nas obras, entre esses problemas apontados está a retirada de postes de energia elétrica na região e também a tubulação de gás que passa embaixo desse trecho da Linha Verde.

Um outro problema apontado é o de geometria no projeto, sem esses ajustes a empresa disse que não consegue dar andamento no projeto.

A Prefeitura de Curitiba não deu nenhum prazo para a contratação de uma nova empresa, nem da abertura de uma nova licitação pra posterior contratação desta empresa e também não deu um prazo pra rescindir esse contrato.

A previsão de entrega dos trechos 3.1 e 3.2 era para abril de 2019, isso se dizia no ano 2000, quando os primeiros trechos foram lançados, mas isso está bem longe de terminar.

O último lote 4.1 entre as estações Solar e Atuba, na região do Trevo do Atuba, é o trecho mais caro, R$ 70 milhões para pouco menos de três quilômetros de obras, que nem começaram ainda.

A Linha Verde é o sexto eixo de transporte da capital paranaense e de integração de Curitiba à Região Metropolitana. São 22 quilômetros de extensão ligando a cidade do Sul ao Norte desde o Pinheirinho ao Atuba, beneficiando 22 bairros numa área de abrangência de 287 mil moradores.

Eduardo Paulino

Sou formado em administração de empresas. Sou o criador do Mobilidade Curitiba e da Mapa da Web e co-fundador do Rede Noticiando. Prestativo, sereno e divertido. Marketing digital, recursos humanos, tecnologia e empreendedorismo estão entre os meus temas favoritos. Quer entrar em contato comigo? Escreva para contato@eduardopaulino.com.

2 comentários em “Prefeitura de Curitiba anuncia rescisão de contrato com empresa responsável por obras na Linha Verde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.