Ciclistas e motoristas terão via compartilhada na Rua Padre Anchieta

Avançam as obras do Plano de Estrutura Cicloviária em Curitiba. Nesta semana, começaram as intervenções de sinalização viária para a implantação da via compartilhada entre ciclistas e motoristas na Rua Padre Anchieta, para a ligação à região Oeste da cidade.

A estrutura voltada à ciclomobilidade segue os modelos já implantados nos eixos estruturais das avenidas Sete de Setembro e João Gualberto.

Ao término dessa implantação, Curitiba passará a contar com mais oito quilômetros de via voltada à ciclomobilidade. Em pouco mais de três anos e meio da gestão, já foram implantados outros 12,3 quilômetros de novas estruturas cicloviárias em toda a cidade.

Ainda como parte do plano cicloviário do município está sendo revitalizada a estrutura de passeio compartilhado entre pedestres e ciclistas pela Rua João Bettega, na ligação entre o Portão e a Cidade Industrial de Curitiba.

Pela Rua Padre Anchieta, a via compartilhada começa no cruzamento com a Alameda Presidente Taunay, no bairro Batel, e segue até a Rua Jerônimo Durski, no Bigorrilho – via do terminal de ônibus Campina do Siqueira. Os trabalhos da equipe de sinalização continuam nos próximos dias e a conclusão da pintura depende das condições climáticas.

“A Rua Padre Anchieta é um dos eixos estruturais da cidade, por onde passa a canaleta do transporte coletivo, e importante ligação entre centro e bairro”, salienta a superintendente de Trânsito, Rosângela Battistella.

A segunda etapa da via compartilhada da Rua Padre Anchieta vai contemplar a ligação no sentido Campo Comprido, pela Rua Deputado Heitor Alencar Furtado. A previsão é que até o fim deste mês a sinalização esteja pronta na extensão da Rua General Mário Tourinho até a Rua Eduardo Sprada, nos dois sentidos (centro e bairro).

“Conectando o cruzamento da Padre Anchieta com a Presidente Taunay até a Rua Fernando Moreira com a Rua Visconde de Nácar, no Centro, as obras de sinalização irão compor, numa terceira fase, o terceiro e último trecho do projeto”, explica Rosângela Battistella.

Revitalização da estrutura cicloviária

O passeio compartilhado que integra a estrutura cicloviária da Rua João Bettega começa a ganhar um novo contorno. Desde a segunda-feira, dia 3 de agosto de 2020, equipes da Superintendência de Trânsito trabalham na revitalização da estrutura cicloviária a partir da via rápida sentido Pinheirinho, no bairro Portão, até a Rua Desembargador Cid Campêlo, na Cidade Industrial de Curitiba.

“Ao fim dos trabalhos, a sinalização horizontal, no pavimento, estará mais visível, no padrão de sinalização atual. Bordas vermelhas vão demarcar o espaço do passeio compartilhado, além de pictogramas de pedestres e ciclistas em todos os começos e finais de quadra”, explica a superintendente de Trânsito.

Placas de regulamentação de passeio compartilhado e legendas indicativas de “Pare”, nos cruzamentos, irão reforçar os alertas de segurança aos ciclistas e pedestres que compartilham da via.

Intermodalidade

A promoção da intermodalidade faz parte da estratégia da administração municipal na área da mobilidade urbana, tanto em projetos desenvolvidos pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (Ippuc) como em implantações pela Superintendência de Trânsito e demais órgãos que atuam na gestão da malha viária e de transporte.

Instituído pelo Decreto Municipal 1.418 de 2019, o Plano de Estrutura Cicloviária visa a dobrar a malha de vias para bicicletas na cidade dos atuais 208 quilômetros para 408 quilômetros até o ano de 2025.

As implantações da estrutura cicloviária previstas no plano seguem em andamento, ao mesmo tempo em que a Prefeitura de Curitiba, atenta à pandemia provocada pelo novo coronavírus, promove intervenções e encaminha estudos de fomento à mobilidade ativa, com projeto-piloto nos arredores do Mercado Municipal, aos sábados.

Implantações

Em três anos e meio, foram implantados 12,3 quilômetros de novas estruturas cicloviárias em toda a cidade. Entre eles:

– 3,1 quilômetros na Avenida Manoel Ribas
– 2,3 quilômetros de ciclofaixa bidirecional ao longo da Avenida dos Estados e da Rua Castro
– 2,6 quilômetros na Avenida da Integração
– 1,7 quilômetro no Binário Nova Aurora – Ourizona
– 2,6 quilômetros em trechos das ruas Konrad Adenauer, Dante Angelote e José Zgoda, no entorno do Jockey Plaza Shopping, no Tarumã

Mobilidade Curitiba

A redação do Mobilidade Curitiba é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Curitiba e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@grupopln.com.br ou envie uma mensagem para o nosso Whatsapp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.