Número de arrastões no transporte coletivo em Curitiba têm redução no 1º semestre

Segundo um levantamento da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, divulgado pelo G1 Paraná, o número de arrastões no transporte coletivo em Curitiba teve uma redução.

No primeiro semestre de 2018, foram registrados 606 arrastões. No mesmo período deste ano, foram 373, uma redução de 38,4%.

Apesar desses números, são registrados, em média, dois arrastões por dia na capital paranaense, segundo a secretaria.

De acordo com o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana, o trecho com mais arrastões é entre os bairros do Sítio Cercado e Boqueirão.

O sindicato reconheceu que o trabalho mais ostensivo da Guarda Municipal e da Polícia Militar foi importante para essa redução.

A Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná informou que o transporte coletivo de Curitiba recebe o policiamento do 1º Comando da Polícia Militar.

A secretaria ressalta a importância de registrar o boletim de ocorrência, que é fundamental no combate à criminalidade, pois se não há registros, os crimes não aparecem nas estatísticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.