Obras avançam e Terminal Tatuquara toma forma

Até o final deste ano, a comunidade que reside na Regional Tatuquara, composta pelos bairros Tatuquara, Campo Santana e Caximba, vai contar com um moderno terminal de ônibus para se deslocar.

O Terminal Tatuquara será o 24º a fazer parte da Rede Integrada de Transporte de Curitiba. O custo da obra é de R$ 8,2 milhões.

De acordo com Soelio Antônio Vendramin, diretor do Departamento de Edificações da Secretaria Municipal de Obras Públicas, atualmente as equipes estão fazendo a pavimentação do arruamento do terminal e o fechamento das laterais com chapa metálica.

Tatuquara Obras
Foto: Pedro Ribas/Secretaria Municipal de Comunicação Social

As estruturas metálicas da cobertura já estão fixadas, aguardando a colocação de telhas e já começaram os acabamentos das áreas de alvenaria que formam a estrutura de apoio ao passageiro. Também está em execução a calçada em paver da Rua Presidente João Goulart, por onde será feita a entrada do terminal.

De acordo com secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, uma das principais vias de acesso ao novo terminal e ligação com a Linha Verde, também terá seu piso requaliicado. “Nas próximas semanas, iremos iniciar as obras de reciclagem do pavimento asfáltico da Rua Presidente João Goulart, o que garantirá mais segurança e conforto para motoristas e passageiros que por ela constumam trafegar”, revelou Rodrigo Rodrigues.

Encurtando distâncias

“Em breve o povo do Tatuquara não terá mais que ir ao Pinheirinho, daqui já dará para ir direto para a Linha Verde e aí para o Centro de Curitiba”, comemorou o prefeito Rafael Greca.

O prefeito enalteceu o fato de que o terminal vai melhorar a qualidade de vida do povo da região, pois irá encurtar trajetos, trazendo economia substancial de tempo para os passageiros de ônibus.

Comércio fortalecido

Para o administrador regional Marcelo Ferraz, a materialização desta obra fortalecerá todo o comércio da região, garantindo serviços e comodidade.

“Quem mora ou trabalha na nossa região terá muito mais qualidade de vida, já que o terminal vai aproximar as pessoas do Centro de Curitiba, dos bairros e cidades vizinhas”, disse o administrador.

Região fica mais urbanizada

Outro aspecto importante é que, além de solucionar a questão da mobilidade, o terminal faz parte de um conjunto de melhoria da urbanização do Tatuquara. Ao lado do terminal, a Prefeitura de Curitiba construiu a Praça Vovô Vitorino, um complexo de esporte e lazer composto de quadras de futebol, vôlei e basquete e parquinho, que poderá ser utilizado após a pandemia pela Covid-19.

Para facilitar e proteger esportistas, crianças e demais frequentadores, o local é cercado por alambrados de cinco metros de altura. A praça também foi bem iluminada para permitir seu uso durante a noite.

Conforto ao passageiro

O terminal contará com vários espaços de apoio aos passageiros. Ele será equipado com bicicletário para 108 vagas, vestiários e lanchonetes.

Com área de 3,4 mil metros quadrados, fará a descentralização do transporte no extremo sul de Curitiba.

Dez linhas alimentadoras

Pelo novo terminal passarão dez linhas alimentadoras, entre elas Rio Bonito, Dalagassa, Pompeia, Janaína, Santa Rita, Rurbana e Tatuquara, que hoje fazem a integração no Pinheirinho.

A estrutura também receberá linhas troncais para futura integração com estações estratégicas da Linha Verde – para a ligação direta ao Centro e integração metropolitana.

Tatuquara Obras
Foto: Pedro Ribas/Secretaria Municipal de Comunicação Social

Mobilidade Curitiba

A redação do Mobilidade Curitiba é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Curitiba e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@mobilidadecuritiba.com.br ou envie uma mensagem para o nosso Whatsapp.

Um comentário em “Obras avançam e Terminal Tatuquara toma forma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.