Prefeitura de Curitiba divulga balanço de 2019 do sistema de transporte coletivo

A Prefeitura de Curitiba divulgou o balanço de 2019 do sistema de transporte coletivo que inclui algumas ações como renovação da frota de ônibus, reformas nos terminais, programas de eficiência energética, redução do preço da passagem fora dos horários de pico, lançamento de um aplicativo de táxi, incentivos à eletromobilidade, novas linhas e integração com a Região Metropolitana de Curitiba.

A Urbanização de Curitiba, colocou em operação o Ligeirão Santa Cândida – Praça do Japão e se prepara para implantar o projeto Inter 2, com investimentos de R$ 534 milhões e financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

A iniciativa trará melhoria da infraestrutura viária, com ampliação da capacidade de carregamento do Ligeirinho Inter 2 e Interbairros II dos atuais 155 mil passageiros transportados diariamente pelas duas linhas para 181 mil passageiros por dia.

Renovação da frota
Novos ônibus na Praça Rui Barbosa
Foto: Pedro Ribas

A frota do transporte coletivo vem sendo renovada desde dezembro de 2017 e até o fim de 2019 serão 317 ônibus que serão integrados à frota de veículos que rodam no sistema de transporte coletivo da cidade. O que representa uma renovação de 25% da frota. Para 2020, a previsão é chegar a 450 novos ônibus.

Com as entregas, há uma redução da idade média da frota de ônibus da cidade de 7,43 anos para 7,02 anos.

Os novos veículos têm câmeras de segurança, iluminação interna com tecnologia LED – que deixa os veículos mais claros – e motor Euro V, o menos poluente do mercado.

Principal meio de deslocamento dos cidadãos curitibanos, o sistema de transporte da capital paranaense conta atualmente com 254 linhas urbanas operadas por três consórcios de empresas privadas, que disponibilizam 1.231 ônibus.

As linhas realizaram, em média, 14,1 mil viagens por dia, percorrendo mais de 273 mil quilômetros. Em média, a Rede Integrada de Transporte transportou 1.228.694 passageiros por dia útil.

Tarifa reduzida

Em uma iniciativa inédita, no mês de outubro, a Prefeitura de Curitiba reduziu a tarifa de ônibus fora dos horários de pico. O valor de R$ 3,50 – R$ 1 mais barato que a tarifa normal – vale das 9h às 11h e das 14h às 16h para pagamento com cartão de usuário.

A medida foi implantada em 11 linhas da cidade, número que pode chegar a 17 nos próximos meses de 2020.

A expectativa é que haja impacto positivo na gestão operacional da frota, com melhor distribuição do uso dos veículos ao longo do dia.

Linha Turismo
Foto: Luiz Costa/Secretaria de Comunicação Social

Outro projeto inédito adotado este ano foi a Primavera Turística. Para moradores, o valor foi de R$ 4,50 na Linha Turismo às terças, quartas e quintas-feiras durante essa estação.

Para o turista, o passeio saiu por R$ 50,00. Até outubro, a Linha Turismo havia transportado 443,8 mil passageiros.

Táxi
Aplicativo Urbs Táxi
Foto: Levy Ferreira/Secretaria de Comunicação Social

Os 3,8 mil taxistas cadastrados na cidade foram beneficiados com uma série de projetos. O maior deles foi a criação do aplicativo Urbs Táxi Curitiba, aplicativo que possibilita descontos de até 40% sobre o valor do taxímetro e promete trazer mais competitividade para a categoria frente aos aplicativos de transporte e passageiros particulares.

A Urbanização de Curitiba também possibilitou aos taxistas operar na modalidade coletivo e lotação. O prazo para parcelamento da taxa de outorga foi ampliado de quatro para dez vezes e os táxis elétricos têm isenção do pagamento da licença.

A Urbanização de Curitiba também iniciou, em 2019, o cadastramento dos motoristas de aplicativos particulares, iniciativa que deve promover mais segurança aos usuários do serviço.

Eletromobilidade
Carros elétricos Estacionamento
Foto: Luiz Costa/Secretaria de Comunicação Social

Incentivo à eletromobilidade também foi um dos projetos de 2019. A Prefeitura de Curitiba isentou o pagamento do Estacionamento Regulamentado (EstaR) para carros 100% elétricos nas vias públicas da capital paranaense. O objetivo é incentivar o uso de veículos não poluentes.

O decreto vale para veículos elétricos particulares e também para carros de compartilhamento elétrico (sharing) – aluguel de pouca duração e para curta distância.

Com o decreto, o dono de veículo elétrico poderá ficar sem pagar o EstaR por até duas horas. No caso do car sharing, não haverá limite de horas para a isenção.

Cartão transporte
Créditos no ônibus
Foto: Luiz Costa/Secretaria Municipal de Comunicação Social

A Urbanização de Curitiba vem expandindo os meios de venda dos créditos do transporte para modernizar o sistema da capital. Em julho, a Prefeitura de Curitiba credenciou empresas de aplicativos para a venda de créditos, como RecargaPay e Qiwi.

Outra novidade é a venda de créditos nos 22 terminais de ônibus. Os primeiros terminais a receberem as máquinas foram o do Pinheirinho e o do Santa Cândida. A intenção é que além de bancas, aplicativos e terminais, pontos do comércio como supermercados também passem a oferecer esse serviço.

Com expansão da venda de créditos para os terminais, o serviço foi desativado na sede da Urbanização de Curitiba, na Rodoferroviária, desde 16 de setembro.

Est@R Eletrônico
Vagas do Estacionamento Regulamentado em Curitiba
Foto: Jaelson Lucas/Secretaria Municipal de Comunicação Social

Curitiba tem 12 mil vagas regulamentadas de Estacionamento Regulamentado (EstaR). Em 2019, a Urbanização de Curitiba deu início à implantação do Est@R Eletrônico, que substituirá os cartões de papel utilizados para o controle de vagas em vias públicas.

A versão eletrônica possibilitará, por meio de aplicativos, a compra de créditos e o compartilhamento de informações sobre local, placa, tempo de permanência nas vagas conforme a sinalização existente.

Em outubro foi iniciada consulta pública para a homologação dos aplicativos móveis para automatizar este serviço, o que deve ocorrer em 2020.

Estações-tubo
Estação-tubo Vale do Pinhão Avenida Iguaçu
Foto: Luiz Costa/Secretaria de Comunicação Social

Começaram a operar em 2019 duas novas estações-tubo no Rebouças – a Templo Maior e a Vale do Pinhão. As estruturas integram um conjunto de obras de revitalização, fruto de medida compensatória gerada pelo impacto da construção do templo da Igreja Universal do Reino de Deus na região.

Em setembro houve a conclusão da substituição das lâmpadas nas estações-tubo por lâmpadas de LED, 30% mais econômicas.

De janeiro a outubro foi feita a troca dos pisos de 13 estações-tubo. Também foram revisadas 456 câmeras e painéis de mensagem.

Obras nos terminais
Terminal Capão da Imbuia
Terminal Capão da Imbuia (Foto: Valdecir Galor/Secretaria Municipal da Comunicação Social)

Os terminais receberam atenção especial em 2019:

– Pintura dos terminais do Pinheirinho, Capão Raso, Hauer e Cabral;

– Readequação do sistema elétrico do Terminal Cidade Industrial de Curitiba, Bairro Alto, Pinheirinho, Sitio Cercado, Capão Raso, Campo Comprido, Barreirinha e Portão;

– Manutenção na cobertura do Terminal Boqueirão e Hauer.

– Reforma da cobertura do Terminal Capão Raso, Guadalupe e Centenário;

– Lavagem da cobertura do Terminal do Carmo;

– Reforma completa das plataformas do biarticulado no Terminal Capão da Imbuia e Carmo;

– Manutenção dos cinco elevadores do Terminal Pinheirinho, com melhoria na identificação interna e externa;

– Reforma do Terminal e adequação da plataforma no Capão Raso, no sentido Bairro;

– Substituição da fiação e das lâmpadas por LED no Terminal Oficinas.

Foram revisadas, ainda, 126 câmeras nos terminais. Junto ao Terminal Capão Raso, o antigo Shopping Popular está sendo substituído pelo Mercado Municipal Capão Raso, com uma série de projetos e reformas que culminarão em um equipamento público remodelado e de grande atratividade ao público.

Rodoferroviária
Estacionamento Rodoferroviária
Foto: Luiz Costa/Secretaria de Comunicação Social

Em agosto de 2019 houve a troca da plataforma elevatória (elevadores de acessibilidade) na Rodoferroviária para pessoas com dificuldade de deslocamento. O equipamento tem capacidade de até 500 quilos de carga.

Foram implantados novos contratos de publicidade, como os relógios digitais da área de embarque e desembarque e novos quiosques de alimentação.

De janeiro a outubro foram registradas 219.223 chegadas e partidas de ônibus rodoviários e 4.964.368 embarques, desembarques e passageiros em trânsito.

Em outubro, os estacionamentos da Rodoferroviária e da Praça Rui Barbosa retornaram para a exploração direta por parte da Urbanização de Curitiba.

Apenas no mês de outubro foram 21.647 usuários atendidos pelo estacionamento da Rodoviária e 17.165 pelo estacionamento da Praça Rui Barbosa.

Nova identidade visual
Urbanização de Curitiba
Foto: Divulgação

A Urbanização de Curitiba ganhou, aos 56 anos, uma nova identidade visual, mais alinhada com a proposta da companhia de criar soluções na área de mobilidade. Em formato de U, o símbolo foi inspirado no formato das ruas, remetendo a movimento e mobilidade.

A ideia é passar a imagem de que a empresa transporta mais que pessoas, transporta o futuro da cidade. A paleta de cores – vermelho, azul e amarelo – foi escolhida com base nas cores dos ônibus da cidade e a tipografia é simples e de fácil leitura.

Visitas

A Urbanização de Curitiba recebeu, em 2019, 37 delegações com um total de 500 participantes do Brasil e do exterior para conhecer o sistema de transporte coletivo de Curitiba.

Integração temporal

A funcionalidade da integração temporal beneficiou 921.818 passageiros, sendo 786.405 que utilizaram o cartão para integrar entre linhas da Rede Integrada de Transporte e 200.634 que usufruíram da integração entre terminais e Ruas da Cidadania.

Integração com a Região Metropolitana de Curitiba
C04 Terminal Pinhais C29
Terminal Pinhais (Foto: Natanael Razzotto)

A integração com a Região Metropolitana de Curitiba foi ampliada com a implantação, em julho, da linha alimentadora 672 Tupy – Juliana, ligando o Jardim Tupy e a Vila Juliana, na cidade de Araucária, ao Terminal Pinheirinho, na região sul de Curitiba.

A partir de 30 de julho houve a liberação de Plataforma no Terminal Centenário, permitindo a circulação de uma nova linha de ônibus, a C36 Pinhais – Centenário, que liga Curitiba a Pinhais.

Com a integração do transporte coletivo com a Região Metropolitana, quem precisa se deslocar entre as duas cidades ganhou mais praticidade e economia de tempo. Anteriormente os passageiros que pretendiam fazer este trajeto precisavam parar no terminal do Capão da Imbuia e trocar de ônibus antes de desembarcar no bairro Centenário.

Quem utiliza o Terminal Boqueirão ganhou três novas linhas de ônibus: E07 São José dos Pinhais – Boqueirão, E11 Terminal Afonso Pena – Terminal Boqueirão e E21 Centro de São José dos Pinhais – Terminal Boqueirão, com a reintegração do transporte entre Curitiba e São José dos Pinhais.

A linha alimentadora 773 Vizinhança – Santa Rita passou a funcionar no dia 16 de outubro, ligando Santa Rita, Carbomafra, Vitória Régia e Vila Verde ao Terminal Cidade Industrial de Curitiba.

A nova linha faz a ligação com regiões bastante populosas, tornando o trajeto mais prático e rápido. A estimativa é que 20 mil pessoas sejam beneficiadas com a nova possibilidade de deslocamento.

Faixas exclusivas
rua general mário tourinho
Foto: Pedro Ribas/Secretaria Municipal da Comunicação Social

Para o incentivo ao uso do transporte coletivo, em janeiro e fevereiro deste ano foram criadas novas faixas exclusivas, na Rua General Mário Tourinho, entre a Avenida Vicente Machado e Rua Padre Anchieta e na Rua André de Barros, entre as ruas 24 de Maio e Desembargador Westphalen, com 1.100 e 500 metros de extensão, respectivamente.

Essas faixas atendem 16 linhas do transporte coletivo, beneficiando 78 mil passageiros do transporte coletivo. Houve também a implantação da faixa exclusiva da Rua Alfredo Bufren, entre as ruas Presidente Faria e General Carneiro, com 750 metros de extensão, atendendo 13 linhas do transporte coletivo, com 41 mil passageiros beneficiados.

A implantação das faixas exclusivas gerou ganho de velocidade e diminuiu o tempo de deslocamento.

Mobilidade Curitiba

A redação do Mobilidade Curitiba é responsável pela produção de conteúdo sobre a mobilidade urbana de Curitiba e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para enviar informações, sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@grupopln.com.br ou envie uma mensagem para o nosso Whatsapp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.